Uma coisa do freak do Caeiro que deve ser tomada como referência para os que gozam de ser Portugas.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo ... por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer, porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura ...

quinta-feira, 14 de dezembro de 2006

O meu Amigo Patrice Trovoada formaliza candidatura às presidênciais de São Tomé e Príncipe

Estagiou comigo e na minha área durante quase um ano e tornámo-nos amigos. Descobri mais tarde quem ele era. Mas tenho que dizer, sem vaidade, sem fazer gáudio do que tinha e do poder que já demonstrava na altura, era um pessoa de trato fácil e bastante assessível, era uma pessoa fora do normal para o estatuto que envergava. Era já na altura "tu-cá-tu-lá-ca-eulália" no que respeita a figuras do nosso pseudo jet-set bem como com alguns detentores de lugares em altas esferas. Era e espero que continue a ser, um gajo porreiro, grande freack.

O líder da Aliança Democrática Independente (ADI), Patrice Trovoada, apresentou hoje a sua sua candidatura para as presidenciais de 30 de Julho. O filho do antigo presidente da República, Miguel Trovoada, junta-se assim a Fradique de Menezes na corrida à presidência.

Depois do anúncio formal, Patrice Trovoada tornou-se no segundo candidato às presidenciais de 30 de Julho depois do actual Presidente, Fradique de Menezes, ter formalizado sábado a sua recandidatura através de uma carta aberta à população santomense.

Patrice Trovoada foi ministro dos Negócios Estrangeiros (2001- 2002), mas demitiu-se do cargo por divergências com Fradique de Menezes, candidato que havia apoiado nas eleições de 2001, mas que considerou depois «um erro de `casting`».

Fradique ainda nomeou Trovoada seu conselheiro especial para as questões do petróleo, mas acabou por demiti-lo em Maio de 2005, depois de este ter admitido publicamente «alguns erros» no processo de negociações para a exploração petrolífera. Nas eleições presidenciais de 2001, Fradique de Menezes foi eleito à primeira volta com 54,36 por cento dos votos, derrotando o ex-Presidente Manuel Pinto da Costa, que obteve 39,39 por cento.

Patrice, um forte abraço.

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE CADA UTILIZADOR.