Uma coisa do freak do Caeiro que deve ser tomada como referência para os que gozam de ser Portugas.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo ... por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer, porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura ...

quarta-feira, 17 de janeiro de 2007

Um amor de tubarão, que doçura ...

Se não fossem as fotografias de certeza que ninguém acreditava! Ainda para mais, vindo a história de alguém que é pescador...

Resumindo, o que se passou foi o seguinte: Há dois anos, nas águas onde costuma pescar, encontrou uma fêmea de tubarão branco de 5 METROS, que estava à beira da morte, por se ter enredado numas redes e portanto, incapaz de sair dali...

O pescador (com uma grande coragem, devia ser descendente de portugueses), decidindo salvá-la, desprendeu-a com a ajuda do seu barco. Só que a história não ficou por aqui... desde então, o tubarão vê o pescador como um amigo e segue-o para toda a parte...

Como podem ver nas fotografias, até lhe pede festinhas...

O pior é que o pescador, desde que fez este novo amigo, não consegue pescar nada...

O enorme tubarão espanta os outros peixes e o pescador não consegue pesacr para subsistir!!!... só lhe resta fazer desaparecer o tubarão apaixonado, mas ... o pescador ajudou-o a ter outra oportunidade de viver ...

Será que existe Moral da história: Pensa duas vezes antes de ajudar aquele que à partida te parece vir precisar da tua ajuda, pois nem sempre o reconhecimento é aquele que julgamos poder vir a ser; recorda-te do que os portugueses fizeram e ajudaram e agora vê o reconhecimento que estão a ter; se calhar somos todos australianos, ou aborígenas ...

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE CADA UTILIZADOR.