Uma coisa do freak do Caeiro que deve ser tomada como referência para os que gozam de ser Portugas.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo ... por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer, porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura ...

quinta-feira, 4 de janeiro de 2007

Como é que nós os Portugueses nos podemos queixar das coisas "más" que o Euro nos passou a dar desde o seu aparecimento, alguém me diz?! Comparativamete com a média europeia e com os gajos que moram aqui ao lado, somos os que menos nos queixamos.


"Desde a entrada do euro, em 2001, até ao ano passado, o preço dos bens e serviços mais comuns aumentaram em Espanha cerca de 60%, segundo um estudo da Confederação Espanhola das Associações das Donas de Casa, Consumidores e Utentes (CEACCU), divulgado ontem. O estudo analisou a evolução do custo de 59 artigos durante o período da moeda única europeia.

No país vizinho, ir a um museu, um cinema, cortar o cabelo ou comprar uns aperitivos custa hoje o dobro do que custava há cinco anos. Nos produtos alimentares só as laranjas se tornaram mais baratas com o euro (menos 30%). De resto, tudo encareceu, revela a CEACCU.

O preço do pão subiu 100%, a carne de porco 75%, a cerveja 99,6%, uma refeição do dia 66% e um café com leite é hoje 80% mais caro do que em 2001.

Nos serviços o cenário não é diferente. O custo de uma matrícula na universidade duplicou, uma bandeirada de táxi subiu 224% e o metro quadrado da habitação é mais caro 156%. Na roupa, o preço das calças aumentou mais de 61% e um par de ténis mais de 47,8%.

Nas tecnologias, enquanto comprar um computador custa hoje o mesmo que há cinco anos, já um telemóvel é 66% mais caro, e o preço de uma assinatura mensal de telefone fixo cresceu 36%.

O estudo acaba por espelhar a percepção comum de que tudo ficou mais caro com o euro.

Segundo o Eurobarómetro de Novembro, 93% dos cidadãos europeus dizem que o euro fez aumentar os preços. Em Espanha 97% acreditam nesta ideia, enquanto em Portugal esta crença é partilhada por 86% dos cidadãos."

Somos mesmo uns gajos porreiros, acomodamo-nos à coisa e deixa andar. A malta quer é tremossos, bela da pinga e venha daí o futebol para animar a mente desta gente que labuta.

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE CADA UTILIZADOR.