Uma coisa do freak do Caeiro que deve ser tomada como referência para os que gozam de ser Portugas.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo ... por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer, porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura ...

terça-feira, 28 de novembro de 2006

Faz hoje 25 Anos

Foi em 1981. Ainda se compravam coisas com Escudos e tostões. O gelado Perna de Pau tinha morango verdadeiro e o Benfica ... bem, foi há 25 anos.

Chegou das Arábias, vindo de uma plataforma de pitróil desenhada por ele, depois de ter passado pelas mãos (salvo seja) do Senhor Jaime Neves, responsável na altura pelo regimento de armandos da mamadora (Comandos) e vai daí ... o Zé Árabe embrenha-se nas nossas vidas a modos que depois de se ter apaixonado pela minha irmã e a boa também se ter apaixonado por ele, foi fantástico. Foi o início das transições e mudanças. A pestana começava a abrir ... os Casamentos tinham iniciado na família.

Aqui vos deixo uma prova do crime e das fatiotas (e era moda já na altura as modelos serem anoréticas) que se usavam naquela época; a noiva está de gritos, linda, o jovem parece que foi lambido por uma vaca epiléptica, ah, e era tudo anorético, convém dizer e pode-se confirmar pela imagem. Mas era tudo bom e hoje continua tudo bom e lindo e desmesuradamente fantástico.

Em suma, ganhei um Irmão, ganhámos um grande amigo e um excelente cunhado. A minha mana mais velha teve o que merecia, um companheiro para o que desse e viesse.
A prova é, que celebramos hoje 25 Anos que estas duas coisas boas (e não falo só por mim) estão juntas e têm conseguido, consecutivamente, fazer com que cada ano tenha sido merecedor da sua união. Aos dois descendentes um abreijo do Tio.

Ao Zé e à minha irmã Elsa, desejo-vos mais um quarteirão de anos com saúde e a curtir.

É bom estar com eles.

7 comentários:

  1. another Elsa28 novembro, 2006

    lindos de morrer... nem estou em mim!!! Venha o diabo e ecolha, mas certamente vestem Prada, ainda que com este ar de subnutridos! beijos e Parabéns aos Noivos

    ResponderEliminar
  2. estou comovida bolas. eramos tao lindos...
    topa os cintos da manas-de-honor. voltaram a estar na moda.lembor-me deste dia como se fosse hoje. bolas.

    ResponderEliminar
  3. eu nao sei... já nao me lembro. nao davam de comer á gente? se aparecessemos, hoje em dia, com estes ombrinhos em algum lado, olhavam-nos logo de lado como se fossemos doentes da anorexia, coitadinhos. naquele tempo ainda nao tinham inventado o conceito. é isso.a noiva tinha o quê? 35 kilos.
    oh teeeeeeeeeeeeeeeempo volta pa trá-áááááás

    ResponderEliminar
  4. Lindo! - e eu que nem sabia que tu anadavas na blogosfera, oh mano... - pois, à dj Elsie e seu Zé, aqui ficam 25 chuingas em festa, vivós noivos!!, IO.

    E Abração ao bloguista!

    ResponderEliminar
  5. Obrigada irmão pela tua linda homenagem. continuas aquele menino doce e bom que está na foto, agora com papada. Nós adoramos-te, sabezeo bem.
    Obrigada irmãos por me terem acompanhado SEMPRE, doutra maneira não saberia viver. bjs.

    ResponderEliminar
  6. um beijo e um abraço à pitinha e ao mangusso - venham outros 25!
    e outro abraço ao blogueiro da família

    ResponderEliminar
  7. Ó marido, tu eras assim???? Tadiiinho... Ó páaaaaaaaaa.......... Agora sempre tás mairrolicinho p'afalfar...

    ResponderEliminar

OS COMENTÁRIOS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE CADA UTILIZADOR.