Uma coisa do freak do Caeiro que deve ser tomada como referência para os que gozam de ser Portugas.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo ... por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer, porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura ...

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

A Flauta de pios

Este não é Sousa mas é Ribeiro. E é tão bonita a sonoridade poética da coisa, conheceis algum ribeiro que não pretenda transformar-se num rio ou num lago ou mesmo num oceano?! Creio que é a ambição de todos os pequenos, chegarem a grandes।

Atentemos no pio deste velho Pinto, cultural, e membro fundador do Fórum para a Justiça e Liberdade, membro da Fundação Berardo, já agora, advogado da equipa que compõe o Gato Fedorento, é bom saber que há humor nesta merda toda, jurista da Cinemateca Portuguesa, amigo do velho cuspideira que foi presidente deste País, sim do Soares, enfim, é uma pessoa como outra qualquer। Será? É pois. Ora essa!! Agora é o novo Ministro, o da Cultura.

Digam-me, onde anda a culta memória, quando olhamos para trás e lembramo-nos do excêntrik a dizer à boca cheia que jamais recebeu ou receberá, ele ou a coisa dele, dinheiro seja de quem for por ter feito o que fez pela cultura de Portugal, lembram-se, emprestou, deu, está dado, de borla। E saiu deste logro em ombros. Mas a Mizé Lima, para acalmar as coisas e bem antes de dar o poleiro a este Pinto, toca de pagar 500 mil euros, prestação de Setembro de 2007 á fundação coiso, coisas legais (leia-se em Diário da República, 2.ª série — N.º 6 — 9 de Janeiro de 2008, Despacho n.º 1156/2008).

O dinheiro é nosso, não é? Somos ou não somos accionistas do estado, não contribuímos com quase tudo o que ganhamos?! Mas, não foi de borla que o jovem deu as telas e as peças de barro, estamos a pagar-lhe o quê? Se calhar terei talvez que ir ainda mais atrás para ver o que se despachou anteriormente naqueles sombrios corredores e gabinetes ministeriais, mas deve ser legal, deve ser, tem que ser caramba। Mas eu estou louco??!!

Voltando ao Galo, perdão, ao ainda Pinto, que melhor posição poderá ele ter senão a de coordenar o ministério, cujo bem-feitor é um dos homens mais badalados neste momento? Quem melhor para mandar calar o porteiro das discotecas sul-africanas que um seu membro institucional? Isto já cheira mal, muito mal।

Andamos aqui, neste carrossel de cabalas, a ouvir, a lêr, e de repente reparamos que é tudo broa da mesma fornada, todos os rafeiros têm a cauda presa por outro molosso igual, ou parecido। Tudo a mesma chusma. Mas o objectivo é levar Portugal para a frente, dizem. Espero que não nos deixemos enganar, espero que não nos tornemos naqueles ratinhos encantados pela flauta mágica e que ao seguirem o seu belo som se suicidaram, atirando-se do precipício. E a paga ao flautista saiu bem cara a quem o contratou; o jovem disse que cumpriu a promessa, matou os ratos, regressou para receber e não lhe deram nada. Devolveu em quádruplo o número de ratos à cidade e só através de muito mais do que lhe tinham prometido é que deixou a cidade limpa de infestantes novamente. Percebem a Coisa?

Resta-nos portanto, ficar sentados não é? Ficamos a aguardar, ouvir o que aí vem de novo, deixar que se pague a quem se deve, e o que sobrar, é melhor entregar ao estado para amealhar, pode ser que venha a fazer falta para pagar a mais alguém que esteja a fazer barulho, que esteja a tentar levar-nos para o abismo। Cuidado portanto com o pio dos Pintos, podemos ficar enfeitiçados e ... já não há quem nos safe. Coisas fantásticas de encantar que há neste castro Lusitano ... levantem-se porra! Acordem para A realidade.

4 comentários:

  1. A malta já acordou.
    Mas poderemos nós ir contra tudo e todos neste boémia que se tornou a governação de um país?!
    Melhor dizendo, isto h+a muito tempo que é assim, mas como a malta acordou, desatou a juntar as peças e eis que surgem os puzzles quase completos da corrupção vivida em grandes empresas, no governo e em quase todas as entidades, até então críveis e dignas do nome de supervisão.
    Este é o País que temos, e se formos para outro encontraremos igual ou pior, pois tudo isto é como a fruta podre...
    E a malta séria, que não se corrompe será sempre o mexilhão da estória...
    sabes que mais? Ao menos que nos paguem...

    ResponderEliminar
  2. Óh Manita, é muito triste que as coisas aconteçam e que rigorosamente nada se faça, não é? E já se diz também que não se vão fechar mais serviços de urgência com a entrada desta nova ministra (que tambem é arguida num outro caso de tribunais) da saúde ... mas é claro que não se fecha mais nada, nada mais há a fechar, olhem que porra.

    Abreijos pa ti e pró meu sobrinho.

    ResponderEliminar
  3. http://videos.sapo.pt/Jqim3j5WTIg9lCb2lpf4

    A realidade com humor.
    Será que é por causa do advogado?

    Beijos tb para ti.

    ResponderEliminar
  4. Felizmente há vozes como a tua que se erguem mais alto que qualquer uma dessas flautas decadentes...

    ResponderEliminar

OS COMENTÁRIOS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE CADA UTILIZADOR.