Uma coisa do freak do Caeiro que deve ser tomada como referência para os que gozam de ser Portugas.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo ... por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer, porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura ...

terça-feira, 13 de abril de 2010

Os três estarolas do momento

Falo-vos do Coelho, do Salsicha e do Pateta.

O Coelho agarrou-se à mentira mais credível que o povo português quer ouvir e vai daí, bem tarimbado pelas sequelas das mentiras até agora proferidas pelos seus cães de fila esfomeados, quer fazer com que alguns de nós acreditemos que se se mudar a constituição portuguesa vai acabar com a mama para a seita que já está de soslaio à espera que escarrapiche algo para o lado deles; vejam-se os maçons agora em formatura a deambular pelas revistas e jornais a apregoar bondade e hospitais para o povo, alguns são Setinhas e outros são Florzinhas, mas olhem bem para eles.

Quanto ao Salsicha Nobre que tem tudo de falso pois aquilo é só mesmo água, além de se agarrar a um passado triste que é o de ter subido à custa de gente que enganou Portugal e chegou a Presidente, quer agora ele ir para o poleiro para poder pagar a quem deve, ou seja, a quem o ajudou na fraudulenta luta por detrás da AMI em nome dos desprotegidos e necessitados.

Sobra-nos o Pateta, o Alegre. Já quase não respira e ainda acredita que a poesia vai ser o balão de oxigénio para esta nação perdedora desde há mais de 30 anos; ele que defendia o canteiro das rosas, aponta agora o dedo àqueles que não o apoiam por saberem que ele vai sair mais uma vez perdedor.

Escolham outro, válido e credível, deixem-se de palhaçadas.

1 comentário:

  1. Outro, válido e credível?!!!...

    Mas Quem?!!!

    Quem?!!!...

    ResponderEliminar

OS COMENTÁRIOS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE CADA UTILIZADOR.