Uma coisa do freak do Caeiro que deve ser tomada como referência para os que gozam de ser Portugas.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo ... por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer, porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura ...

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

CÓDIGO PENAL

Que dá pena isso dá. Dá pena ver a maltosa governamental a atirar areia aqui aos olhinhos do povo e este andar a dormir sobre a almofada que lhe dão.

O tema de agora é o novo código penal. Mais uma vez os sócretinos e o seu líder conseguiram atingir o objectivo, fazer com que a populaça intelectual discutisse a viabilidade ou não das novas leis para os criminosos.

Mas ainda ninguém se apercebeu da jogada deste gajos?!

Vejamos a coisa por este prisma que o outro está estragado: libertam os criminosos mais cedo, relativamente às prisões, poupam dinheirinho na alimentação, nos lençóis, na energia, nas seringas, nos detergentes, nos médicos, na gasolina, na água, enfim, poupam e de que maneira pois já nãohá presos para se gastar dinheiro com eles; ganham prémios internacionais pois ficam com as prisões quase sem ninguém e Portugal é considerado um País exemplar sem criminosos; conseguem finalmente arranjar gente para ocupar os cemitérios recentemente construídos pois a população vai dar cabo dos gajos pedófilos e com merdas do género que saiam cá para a ribalta. Enfim, estratégias bem concebidas e conseguidas, mais um gato-por-lebre.

Agora só falta indagar e investigar se as agências funerárias que vão lucrar com a coisa dos mortos não pertencem a um ou mais amigos do governo. Não era de admirar, pois não? É que há coisas que se fazem que nos deixam muitas dúvidas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE CADA UTILIZADOR.