Uma coisa do freak do Caeiro que deve ser tomada como referência para os que gozam de ser Portugas.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo ... por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer, porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura ...

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Oh Zé Pinto, desculpa!

Desculpa lá Zé ser só agora.

Gostava mesmo de compreender o que querem dizer determinadas rubricas do Orçamento da Assembleia da República publicado em Diário da República n.º 28 - I série, de 10 de Fevereiro deste ano, as quais - são 5 as que suscitam questões -, atingem 23 milhões e 428 mil euros, mas concretamente uma delas, a rubrica "Restaurante, Refeitório, Cafetaria" que ascende a 961 mil euros.

Os coitaditos que por ali deambulam e se arrastam encostados às paredes a rir das nossas caras, precisam de quê?! Não ganham já o suficiente para se alimentarem que nem uns nababos, ainda nos vêem roubar o pouco que não temos?! Isto é vilipendiar o povo atrozmente! Vivemos num país pobre Zé, não somos uma empresa privada que dá bolinhos às secretárias e iogurtes especiais e cházinho aos administradores, somos um país pobre e tu também és pobre Zé, não nos atormentes mais com estas coisas. Enfardarem de borla?! Não são já subsidiados?! Levem a sandes de casa já feita e um pacotinho de leite com chocolate para comerem a meio da manhã!

Zé, já agora, tanto dinheiro para "Outros Trabalhos Especializados" e "Transfer's Diversos"? Não achas que seria melhor poupar em vez de esbanjar, ou servem estas rubricas para pagar a empresas cujos donos estão no parlamento ou já lá estiveram?

Poupa rapaz! Essa coisa da Liberdade conseguida pelo Povo, já cheira mal! Mostra-nos as contas claras e sem dúvidas que nos assaltem senão nós Libertamo-nos mesmo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

OS COMENTÁRIOS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE CADA UTILIZADOR.